Guia de Precificação de Renderização 3D

Freelancers de Modelagem 3D: Você pode trabalhar conosco sem sair de casa

Guia de Precificação de Renderização 3D

 

Tempo de leitura: 15 minutos

 

O preço da renderização em 3D pode ser um espaço muito confuso, já que os preços podem variar de US$ 99 a US$ 10.000 por imagem. Dessa forma, este guia tem como objetivo desmistificar os preços de tais serviços.

Para obter ainda mais informações sobre os preços do Serviço de renderização arquitetônica da iTeleport, entre em contato diretamente com nossa equipe.


Tipos de serviços de renderização 3D

 

O fator mais significativo, quando se trata de determinar o custo do seu projeto de renderização em 3D, é determinar o tipo desejado. Acontece que há uma grande diferença entre renderizar uma casa pequena e uma torre alta. 

Se você não estiver familiarizado com os tipos de serviço abaixo, sugerimos que você visite nossas páginas de serviço para obter mais informações sobre seu projeto específico:

 
 

 PRINCIPAIS FATORES QUE AFETAM OS PREÇOS DOS RENDERS 3D

 
 

O trabalho humano 

 

O principal custo de uma renderização em 3D é a mão de obra necessária. Geralmente, três profissionais estão envolvidos em um projeto de renderização em 3D:

  1. Gerente de Projetos;
  2. Artista 3D;
  3. Pós-processamento.
 

De longe, o componente mais significativo do custo da mão de obra é o Artista 3D, de modo que estamos focados principalmente no papel desse artista.

O que o artista 3D faz no processo de render 3D?

 

Para criar uma renderização, um artista 3D precisa:

  1. Entender a visão dos clientes;
  2. Criar o modelo usando o software 3d;
  3. Texturizar o modelo;
  4. Configurar a iluminação;
  5. Configurar a câmera.
 
 

O que aumenta os custos desses artistas?

 

Artistas especializados em 3D podem criar cenas extremamente detalhadas em um curto espaço de tempo, usando as ferramentas à sua disposição. Por outro lado, o trabalho envolvido nesse tipo de renderização não é tão direto quanto se poderia pensar: cenas aparentemente simples podem levar muito mais tempo.

Por exemplo, é possível criar uma visão aérea grande e muito precisa de uma floresta muito rapidamente, usando dados topográficos públicos e vários processos automatizados. No entanto, pode-se levar vários dias ou semanas para modelar uma única peça de equipamento, de acordo com padrões exigentes, como um dispositivo eletrônico com placas de circuito complexas e fiação.

Em muitos casos, o processo pode ser acelerado usando itens de nossas bibliotecas, como móveis, carros, pessoas e acabamentos. Portanto, os principais fatores que afetam o trabalho são o nível de detalhe e o número de elementos únicos necessários.

Pós- processamento nos custos do trabalho 3D

 

Depois que uma renderização 3D é calculada, a maioria dos estúdios emprega um artista de photoshop/designer gráfico que retoca a imagem. Alguns estúdios reproduzem uma cena fundamental e, em seguida, fazem o detalhamento no photoshop, enquanto outros se quer utilizam dessa etapa (mesmo sendo comumente necessários pequenos ajustes e retoques de cores). A iTeleport, por exemplo, costuma adotar uma abordagem mais mínima para esse processo.  

O gasto com pós-processamento é, então, extremamente variável, estando intrinsecamente relacionado à própria renderização.

O trabalho computacional

 

O tempo de renderização é a quantidade de tempo que um computador leva para criar sua imagem. Essa quantidade está diretamente relacionada ao quão realista é a imagem e a quantos detalhes serão necessários. No entanto, existem muitos truques para criar detalhes sem adicionar muito tempo de renderização.

Como consumidor, você não deve se preocupar muito com o tempo de renderização, mas nós forneceremos abaixo informações para que você compreenda o porquê de alguns projetos serem mais caros e demorados que outros.

O que aumenta o tempo de render?

 

Dependendo do software, o número de fontes de luz pode afetar significativamente o tempo de renderização, assim, as cenas externas podem ser renderizadas rapidamente. Outro fator é o detalhe da cena: o termo da indústria para isso é contagem múltipla, que se refere ao número de polígonos usados para modelar a cena. Para mais informações, você pode conferir a página de modelagem 3D da Wikipedia.

Ademais, um elemento comum que aumenta significativamente os detalhes e, portanto, o tempo de renderização, é a vegetação em primeiro plano, enquanto a vegetação em segundo plano deve ser otimizada com uma técnica de uso de outdoors ou sprites. Por fim, superfícies curvas tendem a exigir muito mais detalhes.

Reduzindo o tempo de renderização

 

A ação ideal para reduzir o tempo de renderização é diminuir o número de revisões necessárias, fornecendo planos detalhados e feedback específico. Toda vez que você precisar de uma revisão, parte da imagem ou ela toda precisará ser renderizada novamente, portanto menos revisões resultarão em menos tempo total de renderização. Nessa lógica, reduzir as revisões pode economizar seu dinheiro a longo prazo — na iTeleport, geralmente temos preços mais baixos para clientes que retornam, com quem sabemos que podemos trabalhar com eficiência.

Outro fator importante no tempo de renderização é a resolução. Isso entra em jogo muito mais ao criar animações, no entanto, ainda pode ser um fator ao criar renders estáticos.

Por fim, devemos levar em conta o fator hardware/software: com as constantes melhorias no hardware do computador e as mudanças no software, o tempo de renderização das imagens estáticas está se tornando um fator menos influente no preço. No entanto, o tempo de renderização das animações ainda é muito relevante no custo de produção.


 

 

ESTRATÉGIAS DE PREÇOS –

POR IMAGEM OU POR PROJETO

 
 

Preço por imagem

 

Com o preço por imagem, você cobra um preço fixo por imagem renderizada ou um preço escalável, dependendo do número de renderizações que decide comprar. Esse tipo de preço funciona bem para projetos menores.

Por exemplo, se você deseja um exterior residencial básico, a diferença na renderização de um projeto para outro não é significativa.
Por esse motivo, as empresas podem cobrar uma taxa fixa para um dado tipo de renderização.

Um conceito importante é o de preço escalável por imagem: geralmente, o custo por imagem é mais alto para um pedido pequeno do que se você optar por comprar várias. A razão para isso é que a configuração inicial para uma renderização pode ser bastante intensa. No entanto, depois que essa configuração é concluída, o processo de renderização se torna muito mais gerenciável.

Preço por projeto / por cena

 

Para esse tipo de preço, você geralmente envia à empresa os detalhes do seu projeto e eles enviam de volta uma cotação personalizada com base nas suas necessidades.

Esse tipo de precificação é mais típico para projetos de renderização em larga escala, que incluem vários elementos diferentes, incluindo web design, animação, plantas baixas em 3D e várias imagens renderizadas.

Ao obter uma cotação para um projeto em grande escala, você deve procurar um desconto por volume.


 

 

DIFERENTES FAIXAS DE PREÇO DE RENDERIZAÇÃO ARQUITETÔNICA 3D –

R$ 500 A R$ 5000 QUAL A DIFERENÇA?

 

 

O preço mais barato de renderização 3D: R$500 – R$1.000 por imagem

 

Com a tecnologia disponível globalmente, o custo associado à renderização em 3D pode variar drasticamente. Muitas empresas de renderização arquitetônica em países menos desenvolvidos podem produzir opções baratas para criar imagens em 3D, aproveitando regulamentações mais relaxadas e mão de obra barata.

Muitas vezes, trabalhar com empresas de 3D no exterior pode apresentar alguns problemas em relação à barreiras de idioma, questões de fuso horário, diferença estilística e, em geral, a qualidade final tende a ser menor. Isso não quer dizer que não haja artistas 3D incríveis em todo o mundo. No entanto, muitas dessas empresas que oferecem preços mais baixos concentram-se em alta quantidade e não em alta qualidade.

A criação de imagens arquitetônicas por uma empresa que ofereça preços entre US $ 99 e US $ 200 por imagem deve ser reservada para quando o objetivo do projeto é apenas conceitualizar ideias e designs para um projeto pessoal. Muitos de nossos clientes já tentaram a sorte usando a opção de preços baixos, apenas para perceber que você recebe o que paga e acabaram chegando até nós.

Vezes em que o preço mais barato é melhor:

 

Quando o orçamento do projeto é a única preocupação, a qualidade final e o tempo pessoal gasto no gerenciamento do projeto não são um problema.

Fatores a serem observados:

 
  • Procure portfólios enganosos:
    • As imagens parecem projetos de clientes realistas ou foram criadas para fazer com que um portfólio pareça bom?
    • Eles têm 5 ou 6 renderizações legais seguidas por muitas ruins?
    • Existem apenas pequenas imagens que não podem ser expandidas?
 
  • Os detalhes estão lá?
    • Intradorsos;
    • Eletrodomésticos;
    • Janelas detalhadas;
    • Paisagismo;
    • Tapume;
    • Bom design de interiores e móveis detalhados.
 
  • Quais são os possíveis custos ocultos?
    • Eles cobram por imagens de alta resolução?
    • O que eles cobram por revisões extras?
    • Qual é a sua taxa horária?
 
  • Há quanto tempo eles trabalham?
  • Eles têm um endereço físico?
  • Eles têm críticas reais?
  • Esta empresa respeitará seus prazos?
  • Alguma coisa parece “off ” ou “boa demais para ser verdade”?

 

Preço básico de render 3D: R$1.500 – R$2.000

 

Essa faixa de preço geralmente é um passo acima do preço mais baixo, pois geralmente representa uma experiência mais profissional. A maioria dos projetos nessa faixa de preço é terceirizada, mas deve ser gerenciada profissionalmente por alguém mais local ou com habilidades linguísticas excepcionais.

Na iTeleport, essa faixa de preço de projetos é gerenciada localmente por artistas 3D experientes, que podem fazer modificações nos arquivos 3D ou corrigir erros instantaneamente no Photoshop. Utilizamos os serviços de alguns empreiteiros muito talentosos, com quem mantemos um relacionamento de longo prazo. Os contratados nos permitem manter a qualidade excepcionalmente alta, oferecendo preços competitivos.

Uma das melhores aplicações para esse tipo de projeto é a renderização externa básica da casa.

 

Vezes em que o preço básico é o melhor:

 
  • Quando o orçamento do projeto é a principal preocupação, a qualidade final precisa ser muito boa, mas não precisa estar no nível superior;
  • Quando o objetivo geral do projeto é obter aprovação dos órgãos reguladores, possuir planejamento básico de estilo ou realizar pré-venda de imóveis;
  • Quando os clientes são arquitetos, corretores de imóveis, construtoras ou agências de marketing imobiliário;
  • Quando você é proprietário de um imóvel que deseja planejar sua renovação de bricolagem.

 

Fatores a serem observados:

 
  • Eles têm um extenso portfólio com projetos que parecem ser para clientes reais?
  • Há quanto tempo eles trabalham?
  • O idioma e o estilo do design serão um problema?
  • Eles oferecem qualidade adicional além da opção de preço “fundo do barril” ou apenas têm um preço mais alto?

 

Renderização 3D de nível médio R$2.000 – R$6.000

 

O preço de nível médio é a opção mais comum para desenvolvedores, arquitetos, agentes imobiliários e designers que trabalham em residências sofisticadas e em projetos de renderização de médio a grande porte — como os empreendimentos residenciais.

Para o cliente médio, pode ser um desafio diferenciar entre uma renderização “boa” e uma “má” sem ter uma comparação direta. A melhor maneira de julgar a qualidade é procurar em um site como o rew.ca e ver como as renderizações do concorrente direto ficam lado a lado com a empresa que você está pensando. No mínimo, você deve ser capaz de dizer que as imagens da empresa que está considerando estão a par, se não melhor.

 

Vezes em que o preço médio é o melhor:

 
  • Quando você precisa que seu projeto se destaque entre os demais;
  • Quando os clientes são arquitetos, desenvolvedores, agentes imobiliários, marqueteiros ou designers;
  • Quando o objetivo da renderização é para vendas, planejamento de projetos, aprovação regulatória ou conceitualização;
  • Quando gastar um pouco mais não é um problema;
  • Quando imagens mais impressionantes poderiam ajudá-lo a vender mais rapidamente;
  • Quando esse tipo de renderização pode convencer um cliente ou conselho regulador a seguir em frente;

 

Fatores a serem observados:

 
  • A empresa pode justificar seu preço mais alto por uma renderização melhor?
  • Eles parecem conhecedores e profissionais?
  • A empresa fornecerá imagens semelhantes às anunciadas?
  • Há quanto tempo eles trabalham?
  • Eles têm depoimentos e/ou comentários reais?
  • Eles atendem ou excedem a qualidade de renderização da sua concorrência?
  • Qual é o tempo de resposta?
  • Eles são locais e estão disponíveis para conversar por telefone para explicar seus serviços?

 

Preço de render 3D de alta qualidade – Mais caro: R$7.500 – R$50.000+

 

Os clientes de precificação de renderização 3D de ponta são, geralmente, grandes empresas estabelecidas, onde o valor é essencial, mas a qualidade de primeira linha tem prioridade. Essas renderizações não são para o seu cliente de todos os dias, pois a maioria dos orçamentos não permite preços mais exuberantes. No entanto, quando você planeja comercializar um novo empreendimento Highrise ou Super Shopping, a marca e a percepção são enormes: alguns milhares de dólares em um projeto de milionários são apenas uma gota no balde, especialmente quando essas imagens podem ser responsáveis por centenas de pré-vendas ou podem ser a diferença entre aprovação e rejeição.

Um dos padrões de referência usados ao descrever como um cliente gostaria que suas imagens de marketing fossem é algo como Quero que essa rendenização se pareça com a Apple (ou uma empresa do seu nicho)”. No entanto, o que geralmente não é mencionado quando se refere ao marketing da Apple, ou de outra grande empresa, é a equipe de especialistas e as inúmeras revisões necessárias para chegar a esse nível, sem mencionar o alto preço. No entanto, o dinheiro investido em marcas de alta qualidade, funciona muitíssimo bem.

Vezes em que o preço da alta qualidade é o melhor:

 
  • Quando você é um profissional de ponta e deseja trabalhar com os melhores profissionais;
  • Quando gastar alguns milhares não vai quebrar o orçamento;
  • Quando o objetivo da renderização é para vendas, planejamentos de projetos, aprovação regulatória ou conceitualização, mas em grande escala;
  • Quando você é arquiteto, desenvolvedor, corretor de imóveis, designer, mas seu projeto precisa “virar a cabeça” e ser o melhor por uma ampla margem;
  • Quando você estiver disposto a pagar para trabalhar com as melhores empresas do setor;
 
 

Fatores a serem observados:

 
  • A empresa pode argumentar razoavelmente que é uma das melhores empresas de renderização arquitetônica da sua cidade, país ou mundo?
  • Eles trabalharam em grandes projetos de referência?
  • Você consegue ver um salto na qualidade e no serviço que justifica o preço?
  • Eles já trabalharam com algumas das principais marcas do setor?
  • Eles oferecem alguma garantia associada à qualidade da renderização ou ao tempo de resposta?
  • Quem são os clientes da empresa?
  • Principais empresas locais e internacionais?
  • Eles têm depoimentos ou críticas reais?
  • Eles estão dispostos a conectar você com um ou mais clientes anteriores como referência?
 

iTeleport é uma startup de tecnologia em Visita Virtual para o mercado imobiliário. Desenvolvemos soluções de ponta que acompanham todo o ciclo de vida de empreendimentos, desde o marketing de lançamentos até a revenda e locação. Com quatro anos de operação, a iTeleport possui franquias em 5 estados e já produziu mais de 1.000 Teleports pelo país.


 

Contribuições:

Francisco Toledo – CEO iTeleport

Jurandi Campelo – Analista acadêmico e Pesquisador

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
×

Table of Contents